A ZONA
A Zona é um letreiro em neon instalado no telhado de um edifício de São Paulo. O luminoso reproduz o trecho de um poema de Arseni Tarkovski, recitado pelo protagonista do filme Stalker. 
No filme, o “stalker” é um guia que leva os outros dois personagens até o interior da Zona - região isolada onde fenômenos inexplicáveis acontecem. Aqueles que conseguem atravessar as armadilhas da Zona, chegam ao “Quarto” - local onde os desejos mais íntimos são realizados.

A ZONA

A Zona é um letreiro em neon instalado no telhado de um edifício de São Paulo. O luminoso reproduz o trecho de um poema de Arseni Tarkovski, recitado pelo protagonista do filme Stalker. 

No filme, o “stalker” é um guia que leva os outros dois personagens até o interior da Zona - região isolada onde fenômenos inexplicáveis acontecem. Aqueles que conseguem atravessar as armadilhas da Zona, chegam ao “Quarto” - local onde os desejos mais íntimos são realizados.

A ZONA
A Zona é um letreiro em neon instalado no telhado de um edifício de São Paulo. O luminoso reproduz o trecho de um poema de Arseni Tarkovski, recitado pelo protagonista do filme Stalker. 
No filme, o “stalker” é um guia que leva os outros dois personagens até o interior da Zona - região isolada onde fenômenos inexplicáveis acontecem. Aqueles que conseguem atravessar as armadilhas da Zona, chegam ao “Quarto” - local onde os desejos mais íntimos são realizados.

A ZONA

A Zona é um letreiro em neon instalado no telhado de um edifício de São Paulo. O luminoso reproduz o trecho de um poema de Arseni Tarkovski, recitado pelo protagonista do filme Stalker. 

No filme, o “stalker” é um guia que leva os outros dois personagens até o interior da Zona - região isolada onde fenômenos inexplicáveis acontecem. Aqueles que conseguem atravessar as armadilhas da Zona, chegam ao “Quarto” - local onde os desejos mais íntimos são realizados.

Posted 3 years ago 1 note View high resolution

Notes:

  1. reginaparra posted this

About: